O que são neurotransmissores

Os neurotransmissores são componentes químicos que se encontram no nosso cérebro e que são responsáveis por transmitir uma informação concreta de um neurônio para o outro. Cada neurotransmissor tem uma composição química distinta que o permite realizar uma função específica em nosso corpo.

Essas substâncias estão localizadas no interior das células neuronais até o momento em que ocorrem as sinapses. Nesse instante, elas "viajam" de um neurônio para o outro transmitindo informações determinadas.

 

NEUROTRANSMISSORES

 

Tipos de neurotransmissores

Como já dissemos no início do artigo, os neurotransmissores são capazes de regular nossas emoções. A tristeza, a alegria e outros sentimentos, como o da nostalgia e o da paixão, nascem da interação entre os distintos neurotransmissores do nosso cérebro. Cada molécula é capaz de produzir ou regular uma emoção ou outra.

Os neurotransmissores relacionados com as emoções podem ser definidos como neurotransmissores excitatórios ou neurotransmissores inibitórios. Os primeiros se ligam aos receptores e fazem com que a célula transmita um sinal elétrico. Já os últimos impedem que essa transmissão continue e, assim, não permitem que a mensagem seja enviada de um neurônio a outro.

Mas então quais são os principais neurotransmissores excitatórios? E quais são os principais neurotransmissores inibitórios?

  • Principais neurotransmissores excitatórios: norepinefrina, glutamato, endorfina

O que é norepinefrina

Em 1946[2], outro biólogo alemão, cujo nome era Von Euler, descobriu a norepinefrina, antigamente chamada de noradrenalina. Mas a norepinefrina, para que serve?

Esse neurotransmissor está fortemente associado com a sensação de "alerta máximo"enviada pelo nosso sistema nervoso. Ele é prevalente no sistema nervoso simpático e causa em um incremento da taxa cardíaca e da pressão sanguínea.

Nossas glândulas adrenais, ou suprarrenais, liberam a norepinefrina, junto com a sua "parente" epinefrina, que também é importante para a formação das memórias.

Além disso, o stress tende a exaurir a nossa reserva de adrenalina, enquanto que o exercício tende a aumentá-la. As anfetaminas ("speed") funcionam causando a liberação da norepinefrina.

Glutamato

O glutamato é o equivalente excitatório do GABA. Ele é o neurotransmissor mais comum no sistema nervoso central e tem uma relação especial com a memória. Curiosamente, o glutamato é, na realidade, tóxico para os neurônios e, um excesso dele os mataria.

Algumas vezes um dano cerebral ou uma pancada forte na cabeça podem resultar em um excesso desse neurotransmissor, o que pode matar mais células cerebrais do que o próprio trauma em si. A esclerose lateral amiotrófica (ALS), por exemplo, é provocada por uma produção excessiva de glutamato.

Endorfina

A endorfina é um hormônio , assim como a noradrenalina, a acetilcolina e a dopamina, e é uma substância química utilizada pelos neurônios na comunicação do sistema nervoso. É uma hormona, uma substância química que, transportada pelo sangue, faz comunicação com outras células, este é o hormônio do bem estar. Melhora o sistema nervoso central, proporcionando a elevação da auto estima, reduzindo sintomas depressivos e de ansiedade, além de manter o controle do apetite

 

Fale conosco

Siga-nos

Saiba mais

Rua 15 de Setemb ro, 96 - Saude - CEP 04053-070 - São Paulo

tel.: (11) 2275-9072 - 99141-4488

  • w-facebook
  • w-googleplus
  • w-linkedin
  • Twitter Clean

© 2023 por Cuidado do Corpo. Orgulhosamente criado com Wix.com