RITUAL PARA AS COLUNAS BÚDICAS

Para limpeza energética de ambientes clicar no link e baixar o ritual

TRANSFORMADORES E ANTENAS ELEVAM O RISCO DE CÂNCER


Os oncologistas, especialistas em câncer, dizem claramente: “As radiações eletromagnéticas de baixa freqüência devem ser considerados como agentes potencialmente carcinógenos para os humanos e, sem alarmismos, se devem evitar as exposições desnecessárias guardando as distâncias prudentes”.
Assim se recorre a um artigo publicado na revista Espanhola de Pediatria por doutores do Hospital de La Fé, em Valência, na Espanha, entre os que se encontra Josep Ferris, facultativo especialista em Oncologia pertencente ao departamento que está tratando crianças com câncer do Colégio Penyagolosa de Burriana, e coordenador da Unidade de Saúde do Meioambiente Pediátrica de Valência, na Espanha.


Para o Doutor Ferris, os cânceres, e em geral qualquer enfermidade, “não se dão por magia ou azar, sempre tem uma causa”. Neste sentido, em relação aos cânceres de Penyagolosa, o oncologista comenta que “as crianças com uma constituição vulnerável, a exposição a fluxos eletromagnética superiores a 0,2 microteslas apresentam maior risco de desenvolver câncer, e este risco aumentam quando se supera os 0,4 microteslas”. Segundo as medições que foram feitas e enviadas a Ayuntamento de Burriana, a emissão do transformador contíguo ao centro escolar é de 0,46 microteslas.


Outro aspecto que destaca o Doutor Ferris é que a maioria dos estudos cita “as leucemias agudas como o câncer que mais se relaciona com as exposições eletromagnéticas de baixa freqüência”. Três dos quatro casos diagnosticados na Penyagolosa de Burriana são leucemias, tal e como foi publicado neste periódico.
O Doutor Ferris explica que o corpo humano e suas células têm a capacidade de ir se adaptando ao meio ambiente, mas comenta que a evolução tecnológica tem sido tão rápida que “todavia não se tem desenvolvido mecanismos de defesa biológica ante estes fatores”. Ainda assim, afirma que “a radiação eletromagnética altera os funcionamentos das células, por sua maior ou menor medida, dependerá da vulnerabilidade do paciente e, as crianças, são os primeiros nesta lista”.


Os fatores ambientais são os responsáveis entre 85 a 96 % dos cânceres em crianças. Entre 15 e 4 % restantes se deve a fatores genéticos constitucionais.
Os oncologistas são partidários de afastar os transformadores e as antenas de telefonia móvel dos colégios, compreendem que chamamos de Princípio de Precaução e “antes de estabelecer cientificamente a relação causa efeito”.
Fonte: Revista do GEA / Espanha

Fale conosco

Siga-nos

Saiba mais

Rua 15 de Setemb ro, 96 - Saude - CEP 04053-070 - São Paulo

tel.: (11) 2275-9072 - 99141-4488

  • w-facebook
  • w-googleplus
  • w-linkedin
  • Twitter Clean

© 2023 por Cuidado do Corpo. Orgulhosamente criado com Wix.com