top of page
adelia site2.png

História

Sobre

Neurotransmissores na Depressão

Na depressão, há uma complexa interação de fatores, incluindo desequilíbrios nos neurotransmissores do cérebro.

Os neurotransmissores mais comumente implicados na depressão são a serotonina, a noradrenalina e a dopamina.

Acredita-se que a falta de serotonina no cérebro esteja envolvida no desenvolvimento da depressão.

A serotonina é um neurotransmissor que regula o humor, o sono e o apetite. A diminuição dos níveis de serotonina pode levar a uma sensação de tristeza, ansiedade e irritabilidade.

A noradrenalina é outro neurotransmissor que tem sido associado à depressão. A noradrenalina é responsável pela resposta do corpo ao estresse e pela regulação do humor. A diminuição dos níveis de noradrenalina pode levar à fadiga, desânimo e falta de energia.

A dopamina é um neurotransmissor que regula o prazer, a motivação e a recompensa. A falta de dopamina pode levar a uma sensação de desânimo, apatia e falta de motivação.

No entanto, é importante ressaltar que a depressão é uma condição complexa e que a falta de um único neurotransmissor não é a única causa da doença. Fatores genéticos, ambientais e psicológicos também desempenham um papel importante no desenvolvimento da depressão.

Triptofano
O triptofano é um aminoácido essencial que é convertido no cérebro em serotonina, um neurotransmissor que regula o humor, o sono e o apetite. O triptofano também é convertido em niacina (vitamina B3), que é importante para a saúde da pele, do sistema nervoso e do sistema digestivo.

O triptofano é encontrado em muitos alimentos, incluindo carnes, peixes, ovos, laticínios, legumes, nozes e sementes. A deficiência de triptofano pode levar a uma diminuição na produção de serotonina, o que pode contribuir para a depressão, a ansiedade e a insônia.

Por esta razão, o triptofano tem sido estudado como um possível tratamento para a depressão e outros distúrbios do humor. No entanto, a suplementação de triptofano não é uma forma recomendada de tratamento, uma vez que pode ter efeitos colaterais indesejáveis e pode interagir com outros medicamentos. A melhor forma de aumentar os níveis de triptofano é através da alimentação equilibrada e variada.
bottom of page